segunda-feira, 31 de março de 2008

Tou chata, já?

Ontem Pedro foi até a minha casa e ofereceu uma almoço para a família. Estava uma delícia. Maridinho é um Ás na cozinha. Mamãe até comentou que eu dei sorte, não vou me preocupar com os almoços de domingo.
Depois saímos para passear, conversar sobre o casmento e tal...
Primeiro decidimos (ok, ok, EU decidi) que a parte da música na cerimônia será responsabilidade dele. Repertório, profissional e $$.
Ele adorou e disse que já estava elaborando a lista das músicas. Avisei a ele que na Igreja somente podem ser tocadas músicas sacras ou clássicas. Que MPB e ópera estão fora. Achou muito justo e disse que não tinha problema algum... Pedro conhece muito mais música clássica do que eu, que basicamente conheço o que todo mundo conhece. Sem falar que tem o ouvido mais treinado, então acho que tive mais uma escolha brilhante.
Não dá para fazer tudo sozinha e eu até quero que ele se envolva, participe.
Aí, já no restaurante eu pedi que ele me desse um toque quando eu estivesse falando demais de casamento. Não quero virar mais uma dessas noivas obsessivas que não tem outro assunto... Dessas que eu sempre fugi! *rs*
Bom, amoreco fez aquela cara de "mas você JÁ está falando demais sobre isso".
Poxa, eu até estou tentando me controlar. Não comento com ninguém o assunto. Só com ele, afinal, ele vai casar comigo. Levei dois dias para contar para minha melhor amiga que fechamos a igreja. E isso porque ela me ligou!!!!!!! Aff.
Se fôssemos fazer só o que ele quer... faríamos o casamento numa praia, com umas 15 pessoas e só. Sem graaaaça!

6 comentários:

Gabi disse...

Ei!
Se acalme! Nós noivinhas, somos toooodas iguais!... No início o noivinho tb reclamava, mas eu expliquei pra ele, contei que isso sempre foi meu sonho, que era a primeira e única vez que aconteceria... e blablabla e ele cedeu um monte e está até se empenhando para organizar o casamento, acredita?
Bjbjbj e dê uma passadinha meu blog pra ver que é tuuuuudo igual.
Gabi

Mi e Léo disse...

Oiee, tudo bom?

Me chamo Milena, achei seu blog por acaso e gostei.

Tbem sou uma noiva e bem estressada com as coisas do casorio!!

Quando der passa no meu cantinho tbem.

www.mieleo.blogspot.com.

Beijos Mi

Ana Carolina disse...

Oi Estela.
Vou insistir mais um pouquinho no restaurante da Faetec. Caso não consiga vou para outra igreja e outro salão em Laranjeiras(A Cristo Redentor e o Clube Polonês).
Amanhã vou nos dois ver se resolvo isso pq está quase me tirando o sono...rs Estou sonhando demais e como vc mesma disse, só falando nisso...rs
Beijoss

Jackie disse...

oláaaaa resolvi fazer uma visitinha no seu blog... sabe esse fim de semana descobri que não sou a unica que acha que precisa dar uns empurrõezinhos pro noivo participar, nossa se fosse do jeito deles nos estariamos perdidas num casamento sem sal hahuauahauaahhauahuhauha, e quanto a falar demais de casamento eu to apavorada por que to ficando assim, tem horas q ate eu não me aguentooooooooo auhauhuahahahua e olha q fiz o blog pra parar com isso.... mas acho que noiva é tudo igual mesmo neh hauhuahahauha

bjkas

Joana disse...

Eu estou no mesmo barco. Jà passei do limite faz tempo, hahaha. Acontece que estou organizando tudo à distancia, longe das amigas, da familia... entao so o namorado mesmo para compartilhar isso tudo. Coitado! Sorte que ele é paciente.
Ai, tb to na fase de procurar musicas classicas para a cerimonia. Como là no Sao Bento so' tem orgao, ainda precisam ser musicas que fiquem bem no orgao, sem outros instrumentos.
Beijos
Jo de Bruxelas

Anônimo disse...

Aprendi muito